sexta-feira, 10 de maio de 2013



Olho para o espelho. 
Olho directamente para os meus olhos... As lembranças apareceram, as memorias de um passado horrível... e as memorias que tenho de ti. 
Uma lágrima ganhou vida, e escorreu pela minha face em direcção á boca. Lágrima com sabor a magoa, dor, tristeza...
Lágrima indesejada, sinal que ainda sinto a tua falta.
Porquê? Porquê que fizeste isto por uma simples discussão numa sexta-feira, chuvosa? 
Fico a pensar : "Será que ele tinha de olho alguma rapariga? Será que ele só me quis chamar a atenção? Será que te fartas-te de mim?" 
Muitas perguntas... Poucas respostas....
E a vida é assim, feita de erros, desilusões, mas não só. O resto há-de vir com o tempo, agora só me resta esperar.


3 comentários:

Ester Soares ! disse...

Adoreei flor,
Muito show o blog :D
Seguindo lindona.
Beijão !

www.belezaabsolluta.blogspot.com.br

Isa e Gaby disse...

"Sempre penso porque só penso em você, que você é para mim" :) Adorei a reflexão ~

Nhackt Yoo
Crazycherry-sa.blogspot.com

Diana Estima disse...

Muito obrigada princesas, esses comentários são muito importantes para mim :D

Tradução#

Eu :3

Eu :3
Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto. Faço férias das sensações. Compreendo bem as bordadoras por mágoa e as que fazem meia porque há vida [...] Estas confissões de sentir são paciências minhas. - Fernando Pessoa

Procura aqui (:

Mensagens + vistas !

Blog*

Com tecnologia do Blogger.